Zé Moleza | TCC, monografias e trabalhos feitos. Pesquise já!

Você está em Trabalhos Acadêmicos > Humanas > Secretariado Executivo

Favoritos Seus trabalhos favoritos: 0


Publicidade

Trabalho em Destaque

Título: A Proteção Social

1 INTRODUÇÃO O nascedouro foi em 1883, na Alemanha com o Chanceler Bismarck. Foi um marco tanto da Seguridade Social como da Previdência Social (primeiro sistema escrito de previdência social – seguro social). A forma de contribuição ou custeio para…


Publicidade

A Secretária e o Executivo

Trabalho enviado por: Gabriela Silveira

Data: 23/03/2005

A Secretária e o Executivo


Introdução

Equipes, equipes, equipes. De uma forma ou de outra, estamos sempre envolvidos em equipes. Na maior parte do tempo, pertencemos a um time no departamento, no setor ou na unidade de negócios. Muitas vezes, somos deslocados para projetos especiais ou entramos em times virtuais. Enfim, o trabalho em equipe faz parte do nosso dia-a-dia.

O trabalho em equipe não é novidade nenhuma, mas nos últimos anos ganhou nova roupagem e vem sendo difundido como a melhor forma de se trabalhar dentro de uma organização.

O convívio social nos conduz à interação com grupos diferenciados. Necessitamos de segurança, afeto, aceitação e buscamos o apoio para suprir tais necessidades interagindo com outras pessoas. A empresa representa um desses grupos do qual você faz parte.

É importante observar que o fato de trabalharmos numa mesma empresa não significa que desenvolvemos um trabalho em equipe. A equipe passa a existir quando está ligada por um objetivo comum.

Criar e manter uma boa equipe é um desafio, onde a disciplina deve ser treinada e recompensada, para que as pessoas sintam satisfação em assumir e partilhar responsabilidades. Hoje, quem desempenha determinada função numa organização, independentemente do setor, apercebe-se de que saber lidar com as outras pessoas é essencial.

E saber trabalhar em equipe exige preparação, treino e domínio de técnicas no âmbito da comunicação e da liderança, pelo que não basta formar grupos de trabalho. A diferença entre um grupo de trabalho e uma equipe de

trabalho está, essencialmente, na disciplina com que a equipe atinge objetivos/resultados.

É claro que pensando no mundo em que vivemos hoje, onde a quantidade de informações que recebemos é inversamente proporcional à capacidade de assimilação, um único profissional não é capaz de ser bom em tudo. Na essência, busca-se unir bons profissionais, cada um em sua especialidade, visando uma melhora nos resultados e desempenho.


O que é Teamwork ?

Essa qualquer um sabe: é trabalho em equipe. Mas nada é assim tão simples como parece.

Há 1000 anos, as tribos germânicas aravam seus pastos usando parelhas de animais -- normalmente bois -- para abrir os sulcos na terra. A palavra que elas usavam para definir esse ato de "ditar o ritmo dos bois" era deam. Foi apenas no século 16 que o termo - já inglesado para team - começou a ser aplicado a seres humanos, com o sentido de "união para executar uma tarefa". Há, portanto, muita verdade histórica na analogia que o compositor Geraldo Vandré usou em sua música Disparada: "Na boiada já fui boi".

Já work é uma das palavras mais antigas do mundo, e suas origens remontam ao começo da linguagem falada: era então, e ainda é, "usar a energia para chegar a um resultado" (é claro que há 20 000 anos não se falava assim, dizia-se "Frrfgaah!" Mas é a mesma coisa). Lá nos primórdios, essa energia gasta era puramente física (massacrar o povoado vizinho na base da porrada). Hoje, é também mental (massacrar a concorrência na base da criatividade).

Teamwork sempre foi, portanto, uma simples soma: união + energia. Na linguagem empresarial, uma equipe bem balanceada é aquela em que o esforço é compartilhado igualmente por seus membros. Num time sólido e focado, não pode haver destaques individuais: o mérito é de todos. Essa "socialização do talento" fez com que muitas empresas começassem a acusar seus funcionários mais rebeldes de não possuir "espírito de equipe", só porque as opiniões deles diferiam das opiniões do resto e eles não pareciam dispostos a mudar de atitude.

Ele sobrecarrega o work do resto do team porque corre menos que os companheiros, não ajuda a marcar os adversários, não é afeito a esquemas táticos, detesta treinar, e nunca esteve muito aí com essa coisa de regulamento interno do clube. Tudo isso já lhe custou várias encrencas por onde passou porque alguns de seus técnicos (os equivalentes atuais do germânico que ditava o ritmo dos bois) achavam que ele "desunia o grupo". Mas, na visão de seus colegas, Romário estava lá quando interessava: na hora de marcar os gols que o time precisava para atingir seu objetivo.

As equipes campeãs têm sido aquelas que não sacrificam o talento individual em nome da burocracia coletiva. Toda equipe precisa de craques, e cabe aos próprios colegas reconhecer quais, dentre eles, são os mais aptos para determinadas tarefas. Só não dá certo nas equipes em que a dor-de-cotovelo pelo mérito alheio é mais forte que o espírito de time. Mas isso é da natureza humana, e no fundo explica por que os antiqüíssimos teamworks funcionavam tão bem: boi não tem cotovelo.


Relacionamento humano

Viver com os outros nem sempre é coisa fácil. Mais difícil ainda é trabalhar com pessoas estranhas, em contato quase diário, sobretudo quando não estamos preparados para isto. Na maioria das vezes, os jovens recém saídos das escolas ingressam num ambiente de trabalho, sem que lhes fosse informado sobre como se conduzirem com os colegas. Convivência não é coisa fácil. Vejamos algumas dicas para uma boa...

Para ver o trabalho na íntegra escolha uma das opções abaixo

Ou faça login



Crie seu cadastro




English Town