Zé Moleza | TCC, monografias e trabalhos feitos. Pesquise já!

Você está em Trabalhos Acadêmicos > Biológicas > Nutrição

Favoritos Seus trabalhos favoritos: 0


Publicidade

Trabalho em Destaque

Título: A Proteção Social

1 INTRODUÇÃO O nascedouro foi em 1883, na Alemanha com o Chanceler Bismarck. Foi um marco tanto da Seguridade Social como da Previdência Social (primeiro sistema escrito de previdência social – seguro social). A forma de contribuição ou custeio para…


Publicidade

?romovendo a Alimenta? Saud?l ?

Trabalho enviado por: Maria das Gra? Carvalho de Souza

Data: 27/08/2010

UNIVERSIDADE METODISTA DE PIRACICABA UNIMEP
FACULDADE DE CIÊNCIAS DA SAÚDE FACIS
CURSO DE NUTRIÇÃO
Promovendo a Alimentação Saudável
MARIA DAS GRAÇAS CARVALHO DE SOUZA CRN 27317
Março a junho, 2008.

SUMÁRIO

1. INTRODUÇÃO
2. JUSTIFICATIVA E RESULTADOS ESPERADOS
2.1 Justificativa
2.2 Resultados Esperados
3. OBJETIVOS
3.1 Objetivo geral
3.2 Objetivo específicos
4. METODOLOGIA E DESENVOLVIMENTO
5. RESUTADOS E DISCUSÕES
6. CONCLUSÕES
7. CONSIDERAÇÕES FINAIS
8. REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS

RESUMO:

Este trabalho apresenta como temática central a prática como estratégica de ensino, procura explicar os caminhos percorridos para fazer do estágio um importante meio de formação na área escolhida.
No Brasil ainda existe um grande número de famílias sem acesso à uma alimentação adequada, muitas vezes porque não tem renda suficiente para manter com dignidade, por outro lado, boas condições financeiras não garantem uma alimentação saudável, pois as escolhas de alimentos são determinadas por muitos fatores: alimentares, individuais, pela disponibilidade dos alimentos no mercado e também, pela influência das propagandas no mercado, e na televisão. http:/wwwsaude.gov.Br/nutrição(2007)
O quintal doméstico é uma das variáveis de educação na comunidade, do ambiente que exerce influência sobre o estado nutricional da população. Isto porque existe uma correlação positiva entre os produtos dos quintais e a freqüência de consumo dos produtos pelas famílias. (Guimarães, 1998).
A reeducação alimentar começa na infância: imagine um bebê no berço que chora porque está incomodado com uma luz forte que o impede de abrir os olhos. A mãe vem correndo com uma mamadeira enorme dizendo que o bebê está chorando porque está com fome (para a mãe qualquer choro do bebê é sinal de fome!). O bebê suga toda a mamadeira, fica prostrado e com uma sensação física muito agradável pela ingestão exagerada de alimento e passa a associar que quando está incomodado com algo é só comer que o problema desaparece! E continua neste comportamento pela vida afora, toda vez que se sentir incomodado com algo, busca no alimento o prazer e a solução. (TESSARI, 2004) http://ajudaemocional.tripod.com/id9.html
As ações de educação em saúde e Nutrição destacam-se ao âmbito da política de Segurança Alimentar e Nutrição, pela prevalência crescente de problemas associados ao perfil de consumo alimentar (obesidade, anorexia, bulimia etc). Por outro lado, a concepção de SAN redimensiona os objetivos mais específicos do setor de saúde no que se refere à educação alimentar.(BURLANDY-2004. Revi, saúde, 06 (13).

1. INTRODUÇÃO SUS

A partir da nova constituição da república institucionais, legais e comunitária foram criados as condições de reabilitação plena do direito a saúde. Destacando este sentido, no âmbito jurídico institucional as chamadas: Lei Orgânica da Saúde nº 8.080/90 8.142/90, o decreto 99.438/90 e as normas operacionais básicas(NOB), coditadas em 1991 e 1993. Com esta lei fica regulamentado o SUS, estabelecido pela Constituição Federal de 1988, que agrega todos os serviços estaduais ( das esferas federal, estadual, municipal), os serviços provocados (desde que contratados ou convencionados) que é responsabilizado ainda que sua exclusividade, pela concretização dos princípios constitucionais.
Através dai o cenário da redemocratização dos pais, emergiu o Movimento Sanitário, o qual possibilitou a construção gradativa de uma reforma que se iniciou em 1986, com as Ações Integradas de Saúde (AIS), passou pelo Sistema Unificado e Descentralizado de Saúde (SUDS) em 1987, e alcançou o Sistema Único de Saúde (SUS) em 1988, de existência e princípios garantidos constitucionalmente.
A Promoção da Saúde pode ser definida como sendo um processo de capacitação da sociedade em atuar,com a tentativa de melhorar a qualidade de vida e da saúde. Diante disso, o SUS tem como finalidade mudar a desigualdade na assistência à saúde da população, tornando obrigatório à realização do atendimento público a qualquer cidadão sem ter nenhuma cobrança sob qualquer pretexto.
o SUS é o conjunto de ações e serviços de saúde prestado por órgãos e instituições públicas Federais, Estaduais e Municipais, da Administração direta ou indireta e das Fundações mantidas pelo poder público e complementarmente pela iniciativa privada, em seus objetivos finais é dar assistência à população baseada no modelo da promoção, proteção e recuperação da saúde, para que assim busquemos os meios, processos, estruturas e métodos capazes de alcançar tais objetivos com eficiência e torna-lo efetivo em nosso país. De acordo com o Brasil (2000), é muito importante a participação da sociedade nas decisões em que vai ser tomado em relação ao SUS, e esta participação ocorre por meio do Conselho Nacional de Saúde.
O SUS tem como princípios para a organização do sistema de saúde a universidade, que é entendida como sendo o direito de todo cidadão a ter acesso à saúde, a equidade, que perante o SUS todas as pessoas independentes da raça, religião, da condição financeira, da cultura e da opção sexual, são iguais devendo receber atendimento conforme a necessidade até o limite em que o sistema pode vir ajudar na melhoria de vida, a integridade, considerando as necessidades específicas da pessoa, mesmo que seja minoritário ao comprar com as necessidades da população em geral, a regionalização e a hierarquização, que são definidas como busca de uma melhor maneira de garantir a eficácia e a efetividade do SUS, ou seja, que ofereça todas as modalidades de assistência à população, a resolubilidade, que seria a capacidade de enfrentar o problema de saúde do doente e resolve-lo até onde cabe o nível de atendimento, e por fim, a saúde do doente e resolve-lo até onde cabe o nível de atendimento, e por fim, a descentralização, que pode ser comprometida como sendo uma redistribuição das responsabilidades quanto às ações e serviços de saúde dos vários níveis de governo.
Dessa forma, o SUS é organizado para antecipar aos problemas de saúde ou tentar soluciona-los o quanto antes e o mais perto possível da população.

1.2.USF

Neste contexto, o Programa de Saúde da Família (PSF), criado pelo Ministério da Saúde, em 1994, e hoje Unidade de Saúde da Família (USF) apresenta características estratégicas para o Sistema Único de Saúde (SUS), e aponta possibilidade de adesão e mobilização das forças sociais e políticas em torno de suas diretrizes. Isso possibilita integração e organização das ações de saúde em território definido. A finalidade e proporcionar o enfrentamento e a resolução de problemas identificados, pela articulação de saberes e praticas com diferenciados graus de complexidade tecnológica, integrado distintos campos do conhecimento e desenvolvimento habilidades e mudanças de atitudes nos profissionais envolvidos., e à representação de uma estratégia do setor da saúde para a conformação de uma rede de níveis de atenção, vindo a...

Para ver o trabalho na íntegra escolha uma das opções abaixo

Ou faça login



Crie seu cadastro




English Town